77 3441-7081 — [email protected]

Sindicato cobra atuação do Procon nos bancos de Vitória da Conquista

Por  ASCOM – BANCÁRIOS/VCR

Na manhã desta quarta-feira (14), os diretores do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, Jornan Andrade e Paulo Barrocas, se reuniram com o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, e com o secretário de Finanças e Execução Orçamentária, Jonas Sala, para cobrar a atuação do Procon nas agências do município.

Em Vitória da Conquista, desde 2006, existe a Lei nº 1345/2006, que dispõe sobre o atendimento ao cliente por estabelecimento bancário. A legislação regulamenta que o tempo de atendimento deve ser de até 15 minutos, em dias normais, e até 30 minutos, em vésperas ou após feriado prolongado, contudo a Lei é continuamente desrespeitada.

Em diversas cidades do país a atuação do Procon tem gerado multas e suspensões no atendimento de unidades bancárias como forma de proteger os clientes. Em Salvador, por exemplo, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) já autuou e multou uma agência do Bradesco em mais de R$ 1,5 milhão.

Além de ignorar a Lei Municipal, as instituições financeiras estão, ano após ano, diminuindo os postos de trabalho bancário e precarizando o serviço à população como forma de obter lucros cada vez maiores. Somente em 2017, o lucro somado do BB, Bradesco, Itaú, Caixa e Santander ultrapassou os R$ 75 bilhões.

“O Sindicato reivindicou ao Poder Público, que é responsável pelo Procon, uma ação para coibir as práticas nocivas à sociedade que são rotina nos bancos. Diariamente, estas instituições expõem clientes e usuários às longas filas, demora no atendimento, seleção de operações, além de discriminar a população de baixa renda. O Procon precisa fazer a sua parte, para que os banqueiros cumpram a Lei”, afirma Paulo Barrocas, presidente do Sindicato dos Bancários.

Jornal do Sudoeste

Categorias