Natal, o presente que veio da China!

Nessa época do Natal, as ruas comerciais do mundo inteiro, ficam abarrotadas de brinquedos, quinquilharias, e congêneres vindos da China!  Todos sabemos que os produtos vindos daquele país, não tem a resistência, durabilidade e, por fim, a qualidade  desejada dos produtos propostos a serem oferecidos como presente nesta data magna da Cristandade, que é o NATAL.

Os produtos chineses sempre foram conhecidos como artigos não recomendáveis para consumo por serem feitos de qualidade inferior, pouco resistentes e durabilidades fora de qualquer consideração!

Tudo na China é superlativo. Passam dos trilhões de dólares, números etc. Sabe-se que um dos grandes ingredientes do crescimento econômico, o fermento que a fez crescer a patamares estratosféricos foi a prática do dumping ou seja vender um produto muito abaixo do seu custo de produção e também a inexistência de legislações trabalhistas! Enquanto no mundo civilizado o tempo de trabalho não pode exceder a oito horas ao dia, lá, sabidamente, o tempo de trabalho diário é o tempo que for necessário para atender às demandas.

Fala-se oficiosamente, que eles tinham, como objetivo, atingir a um Produto Interno Bruto-PIB de quatro trilhões de dólares neste ano de 2020. Não sabemos se atingiram esse objetivo!

A grande verdade é que a pandemia, começou precisamente no continente asiático, nesse ano de 2020.

O mundo comercial, fora da China, entrou e continua no mais absoluto colapso econômico e  financeiro e os chineses vendendo prosperidade para o mundo todo!

Curiosamente, nunca se ouviu falar que a Covid-19 terá uma segunda, terceira  volta pelo país amarelo. Que os líderes do Partido Comunista Chinês foram visitados por esse monstro exterminador de inocentes.

A pandemia tornou o Natal de muita gente, mundo afora, completamente sem clima, calor, alegria. Tudo está muito triste, vazio, sem sentido, o grande presente que poderá haver, seria  a presença das pessoas mas  muitas delas não estarão presentes.

Neste Natal, vamos tentar esquecer o presente que veio de lá e admirar, tocar o que temos que são as pessoas, nossas preciosidades humanas,  que são as pessoas.  Vamos nos congratular com elas, vamos iluminar nossas almas  com gente, já que o colorido do Natal, como conhecemos, não sabemos quando voltará a ser novamente!

Tenham um Natal muito Feliz ao lado das pessoas que dão sentido à vossa vida! Feliz Natal!

[email protected] – 21122020.

Cícero Carlos Maia

Cícero Carlos Maia

Categorias