Vitória da Conquista: Waldenor Pereira lamenta morte de Carlos Jehovah

Por Joana D’Arck Cunha Santos – Comunicação WZ

Em nota de pesar, o deputado federal Waldenor Pereira (PT) lamentou a morte do teatrólogo e poeta Carlos Jehovah de Brito Leite, no último dia de 2020. Veja íntegra:

NOTA DE PESAR

Neste momento de dor pela perda de um dos ícones da Cultura Conquistense, quero manifestar o meu pesar também pela perda de um amigo, me dirigindo especialmente à família do Carlos Jehovah de Brito Leite, que faleceu ontem, aos 76 anos.

O teatrólogo e poeta Jehovah foi fundador e diretor do Grupo de Teatro Avante Época, Casa da Cultura e outras entidades culturais de Vitória da Conquista. Teve seu trabalho e obras reconhecidos com premiações e homenagens, uma das quais tive a honra de apoiar como amigo e parlamentar. Foi o relançamento do seu livro Auto da Gamela, em que ele divide a autoria com Esechias Araújo Lima. Esta obra, que teve o prefácio da escritora Raquel de Queiroz, foi relançada com o selo Fligê, na Feira Literária de Mucugê de 2019.

Jehovah revela em suas  obras a luta  do nordestino na diversidade da desigualdade social e a miséria, e se projetou como  um poeta sonhador que luta por um mundo mais justo.  Deixa, portanto, um enorme legado para inspirar novas criações artísticas e as nossas lutas políticas por um mundo e um Nordeste brasileiro com igualdade social.

Viva Carlos Jehovah!

Waldenor Pereira

Deputado Federal

Redacão Jornal do Sudoeste

Desde seu lançamento, o JS vem revolucionando a imprensa regional. Foi e continua sendo pioneiro na adoção de cores em todas as suas páginas e no lançamento de suplementos especiais que extrapolam o simples apelo comercial, envolvendo a comunidade em reflexões sobre temas de interesse geral por ocasião do Natal e dos aniversários de emancipação de municípios da sua área de abrangência de circulação.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores.

Deixe seu comentário

Categorias ,